Entrevistas: Formação DPO – Hélio Cordeiro

Hélio Cordeiro

Empresa: DARYUS Consultoria e Treinamento

Cargo: Chief Digital Officer

 

Sobre DARYUS Consultoria e Treinamento

Referência no mercado para apoio à Gestão Empresarial, Estratégica e de Riscos, oferece serviços de consultoria, educação, soluções e eventos, como GRC International, DRIDAY Latin America e Global Risk Meeting.

Quando e como aconteceu o interesse pessoal pelo tema privacidade e proteção de dados?

Como Chief Digital Officer responsável pelos dados corporativos, pelas informações de clientes e de parceiros e pelo lançamento de inovações e produtos tecnológicos, o interesse pelo tema proteção de dados e privacidade foi uma extensão natural das práticas de segurança da informação durante os mais de 20 anos de carreira profissional.

Qual a sua visão sobre o mercado de proteção de dados para os próximos anos?

A proteção de dados tem sido elemento fundamental para a competitividade e o sucesso de organizações em todo mundo. Com a lei europeia GDPR e a nova Lei Geral de Proteção de Dados o interesse das organizações em se tornarem resilientes e de profissionais em se especializarem vêm aumentando significativamente.

Em 2018 EXIN lançou o programa Privacy Data Protection com base no GDPR, iniciando pelo Foundation (abril) e o Practitioner (novembro). Em janeiro teremos o Essentials também em português, mas para este módulo, a base será o LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados). Como você avalia a importância destas capacitações para os profissionais da área?

Mais do que leis, a proteção de dados exige competências técnicas importantes para profissionais e suas empresas. Certificações ajudam profissionais a terem um conjunto de competências mínimas essenciais ao desempenho de suas funções como DPO – Data Protection Officers.

DPO (Data Protection Officer) – o EXIN entende a combinação entre a Segurança da Informação (ISO27001) + Proteção de Dados como pilares da formação do DPO. Qual a sua visão sobre esta trilha de capacitação (Role-based Certification)?

Uma boa alternativa como certificação perante as demais que estão surgindo.

Como profissional já certificado no programa, quais dicas você daria para outros profissionais interessados certificação e que estão começando esta trilha de conhecimento? (sobre a prova, tempo de estudo, leituras, preparação geral, etc)

Desenvolvam suas capacidades multidisciplinares. Proteção de Dados e Segurança da informação exigem competências que envolvem o relacionamento com pessoas, a capacidade de realizar mudanças organizacionais, além de conhecimento técnico em profundidade aliados às práticas de Gestão.

E algum recado para as empresas que ainda não deram a devida importância ao assunto?

Valorize seu cliente. Mais do que estar em conformidade com as leis, seu cliente precisa ter garantias de que escolheu a empresa correta para atender suas necessidades de competitividade organizacionais.